Central de atendimento. 0800 040 1212

Aço ganha espaço nos escritórios de arquitetura

A Torre Eiffel é considerada um dos maiores marcos na utilização do aço na construção de obras arquitetônicas feitas, em sua maioria, para decoração de ambientes. Desde construções grandiosas até aplicações corriqueiras, o aço está  ganhando cada vez mais espaço no âmbito da arquitetura e design de interiores.

No Brasil, contudo, essa chegada ao mercado ainda é tímida e perde para o concreto. Entretanto, países desenvolvidos, como os Estados Unidos, já apostam alto e são grandes investidores do uso do aço em peças arquitetônicas. 

Nos últimos 15 anos, a discreta entrada do aço no âmbito da arquitetura brasileira vem ganhando relevância devido à  leveza do material, precisão nas formas e adaptabilidade aos diferentes tipos de clima.  

Assim, o aço tem sido a opção mais escolhida para o acabamento de grandes estruturas, como a cobertura de modernas arenas. A possibilidade de montá-las fora do canteiro de obras e fixá-las posteriormente torna a execução mais ágil e o resultado, em termos de design, mais satisfatório.

Já nas residências, a opção pelo Aço pode resultar em uma economia de até 30% no custo total da obra, além de redução de até 40% no tempo de execução. O aspecto estético também interfere na decisão, pois a colocação de colunas e vigas metálicas dá ao ambiente um aspecto moderno e único. Nos ambientes internos, as peças em aço também podem ser um destaque. Prateleiras, divisórias, mesas de centro, cadeiras e até banheiras podem ser feitas ou receberem acabamentos em aço. 

Compartilhe: